Publicidade

Aldeia das Águas

Há Casos!

Marco Túlio Carvalho

mtacarvalho@gmail.com

Crônica

O Sistema

Ele era apenas um guarda e estava ali para velar pela segurança e a ordem do local; apenas não

Colunistas  –  28/10/2016 10:38

5609

(Foto Ilustrativa)

Ele é contra o Sistema; o Sistema

não vai mudar; Ele sim

 

INSS.
Dentre muitos funcionários que lá trabalhavam, um em especial chamava a atenção.
Além da prestatividade, se mostrou compadecente à revolta de alguns na sessão de perícias médicas.
Diante as irregularidade, dizia estar indignado e exausto de presenciar a má vontade de funcionários, ao exercer as respectivas funções. Relatava que muitos ali desmarcavam consultas e ficavam no celular, durante o horário que deveria estar reservado para o atendimento às pessoas. Ociosos.
E assim acontecia. Pessoas acordavam cedo, chegavam nos horários pré-estabelecidos e recebiam a notícia de que era para esperar a próxima chamada, pois seriam remarcados.
Uns se calavam e aceitavam o Não. Outros murmuravam e reclamavam entre si.
"É um absurdo! Parece que estamos fazendo um favor a eles!" - queixava-se um contribuinte.
Além da evidente revolta, o tal funcionário ainda dava dicas - baixinho, quase que ao pé do ouvido, para os responsáveis não ouvirem - de encaminhamentos de como cada um poderia solucionar, mais rapidamente, suas questões.
Eram jovens, eram idosos, eram Trabalhadores.
Que ali estavam, pelos mais diversos motivos.
Que ali estavam, assegurados pela Lei. (Ou tentando fazer ela valer.)
Quantos de nós já não passamos por isso, quase que, diariamente?
Aceitamos inúmeros “hoje não será possível”, “tente mais tarde” ou “volte outro dia”, sobretudo nos setores públicos.
E na omissão-nossa-de-cada-dia, concordamos e assinamos embaixo de toda essa falta de assistência, competência e respeito para com o outro.
Dignidade?
Nos tornamos indignos.
“Ele” era apenas um guarda e estava ali para velar pela segurança e a ordem do local.
Apenas não.
Ele era um guarda.
E, sobretudo, é também um cidadão.
Consciente dos seus Deveres.
Mas ciente dos seus Direitos.
Ele é contra o Sistema.
O Sistema não vai mudar.
Ele sim.
Pois não compactua com a desordem, com o descaso e com o desserviço.
Ganhou minha admiração.
Muito provavelmente perderão um bom profissional, que acredita que os seus princípios não devem ser corrompidos.
O Sistema pode tentar te engolir.
Entretanto, se sua vontade de gritar for maior, a sua boca nunca se calará.
Uma manhã de exemplos. E dos bons.
(Ao final, todos foram atendidos. Era um dia atípico.) 

Boa sexta-feira.
Bom fim de semana.
Abraços meus e até a próxima.

Por Marco Túlio Carvalho  –  mtacarvalho@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×