Publicidade

Aguás Quentes

Dependência Química

Clínica Ricardo Iberê Gilson, em Valença, vai fechar

Única unidade do Estado do Rio de referência em substâncias psicoativas vai encerrar atividades por falta de investimento

Parabólica  –  26/10/2012 11:36

341

(Foto: Ilustrativa)

Estado do Rio tinha três clínicas: a Nise

da Silveira, em Barra Mansa; a Michele

Silveira de Morais, em Santa Cruz;

e a Ricardo Iberê

Os profissionais da Ricardo Iberê Gilson, em Valença, foram comunicados no dia 19 que as atividades na clínica serão encerradas. Trata-se da única unidade do Estado do Rio de Janeiro de referência em substâncias psicoativas. Com isso, o Centra-Rio (Centro Estadual de Tratamento de Reabilitação de Adictos) deixa de ser a referência estadual em dependência química no nível de internação em casos graves de uso abusivo dessas substâncias. O local vai fechar por falta de investimento do governo do estado, mesmo após a explosão do consumo do crack. O Estado do Rio tinha três clínicas: a Nise da Silveira, em Barra Mansa; a Michele Silveira de Morais, em Santa Cruz; e a Ricardo Iberê.

Feira de Adoção de Animais...

A Feira de Adoção do Instituto Planeta dos Animais será realizada neste domingo, 28, na Praça Chico Mendes, em Barra Mansa (em frente à Câmara Municipal). A maioria dos animais foi retirada do antigo Lixão, eles estão sendo cuidados desde maio por voluntários, aguardando o momento de achar um lar. São animais de diversos portes, idades e cores, castrados, vacinados e vermifugados. E tem gatinhos também. Informações: (24) 9904-8025 e (24) 8853-6911.

Oficina Intensiva de Pirofagia...

As inscrições para a Oficina Intensiva de Pirofagia terminam nesta sexta-feira, 26, na Toca, em Volta Redonda. Noções de confecção de equipamentos e segurança. Investimento: R$ 20. Material necessário: garrafinha de removedor Faísca sem cheiro (rótulo azul - encontra em supermercados e lojas de tintas -, conferir no rótulo que a composição química seja 100% izoparafina); cabo de vassoura; munhequeira dessas de tênis ou atadura ou meia velha; tira de jeans de uns 5cm de largura e meio metro de comprimento; cola; 300ml de gasolina; isqueiro. A oficina é apenas para maiores de 18 anos e assinando termo de responsabilidade.

Curso de cuidadora infantil...

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Coordenadoria da Mulher, em parceria com o IFRJ (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRJ), oferece o curso para qualificação profissional de cuidadora infantil. São 100 vagas, com bolsas de estudo de R$ 70 mensais. Para participar do curso, é necessário ter no mínimo 18 anos e o ensino fundamental completo (antiga 5ª série). A preferência é para mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições estão sendo feitas nos Cras Santo Agostinho, Vila Brasília, Três Poços e Santa Cruz, e terminam nesta sexta-feira, 26.

Expo Verde e Flor de Holambra...

A quinta edição da Expo Verde e Flor de Holambra pode ser vista até 4 de novembro, das 10 às 22h, no Parque da Cidade, em Barra Mansa. O evento é realizado pela prefeitura, em parceria com o Lions Clube. Na exposição, cerca de 250 variedades de flores e plantas cultivadas em Holambra (SP) - a Cidade das Flores -, localizada na Região Metropolitana de Campinas. Estão expostos arranjos de cactos, begônias, gérberas, kalanchoe, hortência, lírio, bromélia, azaleia, orquídeas, samambaias, palmeiras, renda francesa, planta carnívora, entre outras espécies.

Cartilha sobre inundações...

A Diretoria de Defesa Civil de Resende realizou esta semana a entrega de uma cartilha onde explica aos moradores como agir em situações em que ocorram inundações provocadas por chuvas fortes. O bairro escolhido foi o Ipiranga, um dos mais afetados em 2010, devido ao transbordamento do Rio Sesmarias. A cartilha, produzida pelo Departamento Geral de Ações Comunitárias, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil, foi dividida em ações que o morador deve tomar antes, durante e após uma situação de inundação.

Por hoje é isso. Até mais...

1 Comentário

×

×

×

  • Paulo Roberto

    O motivo do fechamento da clínica foi fraude no processo licitatório, pois a empresa que ganhou prestou informações falsas, assim o estado não tinha como pagar.