Publicidade

Prêmio Olho Vivo

Fique de Olho

Albinno Oliveira Grecco

albinnooliveira@hotmail.com

Obra Inovadora

"A favorita": um mistério que completa cinco anos

João Emanuel Carneiro colocou o telespectador na posição de detetive para descobrir quem matou Marcelo

Televisão  –  02/06/2013 19:22

1

Flora (Patrícia Pillar) é considerada a maior vilã da história da teledramaturgia brasileira,
empatando com Odete Roitman ("Vale tudo") e Carminha ("Avenida Brasil")

Olá, galera. Flora ou Donatela? Quem está dizendo a verdade? Há exatamente cinco anos uma novela intrigava o país com uma terrível dúvida. Patrícia Pillar e Claudia Raia foram as protagonistas de "A favorita", mas quem era de fato a verdadeira mocinha? João Emanuel Carneiro, então estreante autor das 21h, colocou o telespectador na posição de detetive para descobrir qual das duas havia matado Marcelo, herdeiro da empresa Fontini. 

Depois de ser o responsável por duas telenovelas cuja audiência no horário das 19h havia quebrado recordes ("Da cor do pecado" e "Cobras e lagartos"), o novelista teve a oportunidade de colocar sua terceira obra em horário nobre conhecida pela presença apenas de autores tradicionais. Um inegável sucesso! Na época, em entrevistas, Carneiro disse que já havia pensado no roteiro (ou pelo menos na sinopse da trama) e que objetivava criar uma obra inovadora, sem a presença de uma "mocinha clássica de novela".

Vilã se passa por boazinha e engana a todos 

Na trama, Flora e Donatela formavam a dupla sertaneja Faísca & Espoleta. As duas eram empresariadas por Silveirinha (Ary Fontoura), um homem de caráter duvidoso. Mais tarde, o jovem Marcelo interessa por Donatela, provocando a ira de Flora. Ocorre um assassinato e então a cantora amarga 20 anos na cadeia por ter matado o rapaz e na prisão arquiteta um plano mirabolante jurando vingar-se da rival passando por boazinha e enganando a todos os demais personagens e sobretudo os pais do rapaz, Gonçalo e Irene (Mauro Mendonça e Glória Menezes). Lara (Mariana Ximenes), então filha de Flora passa a ser criada por Donatela que casa-se com Dodi (Murilo Benício) após a morte do amado. 

Além de premiada pela crítica, a história foi bem recebida pelo público oferecendo um bom texto, excelente fotografia, elenco afinado e ótimos ganchos entre as cenas sem as famosas "barrigas" durante os capítulos. Flora conquistou a audiência no início da trama, fazendo-se passar por inocente. Quando foi descoberta que era ela a verdadeira assassina, o telespectador se chocou, pois acreditava que a verdadeira vilã era Donatela. De acordo com a crítica, a personagem Flora é considerada a maior vilã da história da teledramaturgia brasileira, empatando com Odete Roitman ("Vale tudo") e Carminha ("Avenida Brasil") com destaque ao olhar angelical e jeito dissimulado que Patrícia Pillar imprimiu à Flora. A atriz nunca brilhou tanto na TV.

Bom elenco tem Tarcísio Meira e Lília Cabral 

Um bom elenco, que tem Tarcísio Meira, Lília Cabral, José Mayer, Giulia Gam, Carmo Dalla Vecchia, Helena Ranaldi, Milton Gonçalves, Taís Araújo, Juliana Paes, Deborah Secco, Cauã Reymond, Thiago Rodrigues, Malvino Salvador, Suzana Faini, Nelson Xavier, Iran Malfitano, Elizângela, Rosi Campos, Christine Fernandes, Chico Diaz, Bel Kunter, Mário Gomes e outros. Não podemos deixar de mencionar a canção-grude "Beijinho doce" (interpretada por Faísca & Espoleta), que foi transformada em todos possíveis ritmos fora da novela. 

A abertura era embalada pelo grupo Bajofondo. Uma mistura de tango com música eletrônica. Teve como títulos provisórios: "Karma" e "Juízo final". A emissora optou por "A favorita", devido mais proximidade com o público. Foi exibida originalmente entre 2 de junho de 2008 e 16 de janeiro de 2009. Com direção de Ricardo Waddington. 

Excelente novela. Abraços, galera. 

> Fonte: Wikipedia

Por Albinno Oliveira Grecco  –  albinnooliveira@hotmail.com

1 Comentário

×

×

×

  • warlen pontes

    Que crítica a considerou a melhor vilã de todos os tempos? Há muita controvérsia nessa declaração, amigo, pois muitos consideram Nazaré Tedesco de A SENHORA DO DESTINO, uma das maiores, acima até das citadas. Agora, A FAVORITA começou arrastada fazendo com que JEC antecipasse a revelação da verdadeira vilã.