Publicidade

RH

Isolamento Social

Aulas de artes são oferecidas online pela Prefeitura de Resende

Ateliê Virtual é iniciado e cursos de música foram retomados

Cidades  –  21/07/2020 20:20

 
Aulas de Artes e Música Online - Divulgação PMR 1

(Foto: Divulgação)

________________________________________________________

Estão sendo atendidos 277 alunos, entre crianças, jovens e adultos, nas modalidades musicais: violão, guitarra, baixo, teclado, musicalização infantil, flauta doce e técnica vocal

________________________________________________________

A Prefeitura de Resende, por meio da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM), junto ao Museu de Arte Moderna (MAM), lançou o Ateliê Virtual de Artes, uma iniciativa que oferece Curso de História da Arte e Oficina de Desenho, de forma online, para todos que se inscreveram previamente.

As aulas, que são ministradas pelo professor Tiago Gomes, já receberam mais de 700 inscrições nas duas modalidades e tiveram início no dia 15 de julho, com a Oficina de Desenho. No início, a ideia era ter uma turma de Oficina de Desenho às quartas-feiras e outra do Curso de História da Arte às sextas. No entanto, com uma adesão surpreendente, chegou-se rapidamente ao limite máximo de quatro turmas para cada modalidade.

Os cursos estão com o cronograma de duração previsto para 20 aulas com duração de uma hora cada e abrangem tanto moradores da cidade quanto de outros lugares do mundo, como Angola, Moçambique e Argentina.

A iniciativa é uma continuidade da proposta de Escola das Artes, o Ateliê Livre, que foi realizado no MAM durante o ano passado e, neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), está sendo realizado por videoconferência.

Além desses novos cursos iniciados, as modalidades de música, já oferecidas pela Casa da Cultura, que foram interrompidas devido à pandemia, também foram retomadas no dia 23 de junho, só que, com o novo formato online.

Estão sendo atendidos 277 alunos, entre crianças, jovens e adultos, nas modalidades musicais: violão, guitarra, baixo, teclado, musicalização infantil, flauta doce e técnica vocal.

- Essas iniciativas contribuem para a descoberta de outras potencialidades pessoais, talentos e conhecimento cultural - afirma o presidente da FCCMM, Thiago Zaidan. 

________________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×