Publicidade

DJ

Troca de Farpas

Segundo turno: bilhete único x passagem a 1 real domina a disputa em VR

Candidatos travam guerra marqueteira, baixa e rebaixada; propostas viáveis, infelizmente, foram deixadas de lado

Opinião  –  27/10/2012 10:16

345

(Foto Ilustrativa)

Passe livre para estudante e trabalhador,

e transporte público de qualidade, eficiente

e barato são os meios de acabar

com o caos no trânsito

Está chegando o dia de escolher entre o “bilhete único” e a “passagem a 1 real” para prefeito. Ops! Não! Não é isso! Isso é só a guerra marqueteira que o dois candidatos estão travando. Guerra baixa e rebaixada! Uma baixaria de campanha, com cabos eleitorais pagos se indispondo contra cargos comissionados. Um grupo xingando e vaiando o outro, trocas de farpas e acusações, ameaças... uma baixaria!

Enquanto isso, o maior debate, a grande polêmica da eleição não é a educação, a cultura, a segurança, a moradia ou o emprego, mas uma guerrinha marqueteira sobre o transporte. E rebaixaram o debate do transporte também. Despolitizaram e não deram conta de debater uma questão cara aos voltarredondenses: o trânsito e o transporte de qualidade para milhares de trabalhadores e trabalhadoras, estudantes e idosos.

Nenhum dos dois candidatos fala nos reais problemas e questões do transporte e trânsito.

Vamos ver se dou conta:

Em nossa cidade, temos uma das maiores concentrações de automóveis do país. E esses carros, obviamente, não pertencem aos pobres, empurrados cada vez mais para longe, para a periferia da periferia, cada vez mais vítimas da higienização social realizada por nosso prefeito. Portanto, os carros pertencem aos moradores de classe média e alta que circulam pelo Centro da cidade. Ou circulariam, se não fossem tantos os engarrafamentos.

Os que necessitam de transporte público têm recebido um serviço de péssima qualidade, caro e sem nenhum compromisso com a população, mas apenas com o lucro imediato, e isso, com a conivência do atual prefeito que sequer cobra das empresas todos os impostos atrasados. Multa por péssimos serviços prestados ou revisão da concessão, então, nem pensar. Lamentável!

O problema é muito mais complexo

Os dois candidatos debatem esse assunto como se fosse só o preço da passagem o problema. Tocaram no assunto ciclovia e ciclofaixas só depois que o PSOL começou a propagandear seu programa de governo. E assim mesmo sem saber muito do que falavam. O prefeito, então, deve ter se esquecido de que já recebeu verba do governo federal para realizar a ciclovia e ciclofaixa e não o fez.

Os investimentos em transporte têm que estar voltados para os interesses da população e principalmente dessa parcela, que é maioria, que tem que chegar ao trabalho e na escola às 7 da manhã e que tem direito a transporte de qualidade.

Quais são as opções

Passe livre para estudante e trabalhador e transporte público de qualidade, eficiente e barato são os meios de acabar com o caos no trânsito. 

O monopólio das empresas pode acabar ou elas podem ser municipalizadas. As ciclovias e ciclofaixas podem ser ampliadas ou criadas. Integração de linhas e ônibus em mais horários podem tranquilamente acontecer, inclusive, o tão sonhado corujão. A linha férrea pode ser utilizada também. São muitas as propostas viáveis que estão aí, imas parece que esses dois senhores só sabem falar em bilhete único x passagem a 1 real.

Você vai votar em quem mesmo?

Por Giglio  –  gigliovr@facebook.com

3 Comentários

×

×

×

  • Gustavo

    É lamentavel uma coisa dessas! Em 1º lugar a era do coronelismo acabou, não temos que se sujeitar a ninguem mais, somos livres pra votar e colocar quem quizermos pra governar nossa cidade. Esse atual prefeito só mostrou projetos de governo no segundo turno, e como o conhecemos bem, é claro que não vai cumprir, afinal passou 16 anos no governo e pouco fez de importante na saúde e educação ( por sinal obrigação do estado!) além de promessas mal cumpridas. A elite vota nele, pois não dependem do governo pra viver, mas a grande maioria, se tiver consciência , vai votar na oposição, principalmente aqueles que foram oprimidos pelo atual governo como o funcionalismo publico. Falar em pleno debate que vai sentar e conversar com os médicos depois de passar anos sem ao mínimo escutá-los! No mínimo deve estar achando que pode fazer com essa categoria o que tem feito com o povo mais humilde. É vergonhoso. A democracia está aí, é hora de mudar e dar fim ao coronelismo!

  • liliane

    teve 16 anos e só colocou florzinha nos postes e medicos nada sou 22!!!

  • Mais comentários