<

Publicidade

DJ

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Nas Ondas do Rádio

Henrique Barbosa lança o CD "Momentos de Meditação VIII"

Disco reúne reflexões de autoajuda com fundo musical e lançamento já virou tradição na região sul fluminense

Perfil  –  15/12/2012 18:13

610

(Fotos: Divulgação) 

Disco tem o objetivo de levar sempre uma

palavra amiga, uma palavra de otimismo

 

Mais um ano. Novas mensagens na interpretação do comunicador das manhãs da Rádio Sul Fluminense AM. Henrique Barbosa lança o CD "Momentos de Meditação VIII". São reflexões de autoajuda com fundo musical. Ele conta que sempre seleciona as mensagens procurando aquelas que vão tocar mais as pessoas. Resultado: O volume I vendeu mais de três mil CDs, "Momentos de Meditação II" bateu a casa das sete mil cópias. 

O disco III chegou às dez mil unidades comercializadas, a quarta edição vendeu, pelo menos, 11 mil cópias. Os CDs V, VI e VII também fizeram sucesso. A maioria dos textos é de autoria desconhecida, mensagens que podem ser ouvidas no quarto, no carro ou em um momento de relaxamento. Não é um CD com mensagens religiosas, e sim universal, no sentido de que não discrimina nada nem ninguém, como explica Henrique Barbosa. O primeiro disco foi lançado em 2001. Ele teve a ideia ao ler muitos livros de autoajuda. Daí começou a interpretar mensagens positivas no seu programa de rádio e a enviá-las em K-7 para os ouvintes que solicitavam. A procura foi tão grande que sugeriram que ele gravasse um disco. 

Desde pequeno, Henrique Barbosa gosta de rádio e de música. Ele é de família de músicos, já ganhou festivais e participou de peças de teatro. Mas ficou conhecido mesmo foi como radialista. Começou na AM em 1977, na Rádio do Comércio, em Barra Mansa. Comandava o "Domingo Alegre", um programa de variedades com pitadas de humor. Pouco tempo depois, ocupou as quartas-feiras com o "Noite Jovem". Convidado por Oscar Nora, foi para a Rádio Sul Fluminense AM, também aos domingos. Em 80, ganhou o "Show do Henrique Barbosa", que apresenta até hoje, das 10h30 às 12h30, na Rádio Sul Fluminense AM 1390 KHS - 5 KW. Para comprar o CD é só ligar: (24) 3348-9154 e (24) 9252-6622. O disco também pode ser encomendado por e-mail (henrique@showdohenriquebarbosa.com.br) ou no site do comunicador.

"A FM nunca vai substituir a AM, a não ser que eles mudem a programação. Ligar rádio para ouvir música, esse tempo já passou"

Novo CD - O disco vem com o objetivo de levar sempre uma palavra amiga, uma palavra de otimismo, convidando as pessoas a fazer uma meditação, uma reflexão no seu dia a dia. 

AM versus FM - A FM nunca vai substituir a AM, a não ser que eles mudem a programação. Em FM os locutores dizem “E agora meia hora de música sem intervalo”, com a tecnologia de hoje isso já está superado, ligar rádio para ouvir música, esse tempo já passou. A AM tem notícias, comunicação direta com o ouvinte, uma programação mais interativa. A prova disso é que nas capitais, como Rio e São Paulo, as emissoras AM que estão transmitindo seus programas em cadeia com a FM. Tem um aparelhinho chamado pendrive que você clica na entrada de USB do rádio do seu carro com 300 músicas ou mais, com a vantagem de serem músicas selecionadas por você, sem intervalo comercial (risos). 

Internet - Acho que a internet será um forte concorrente num futuro breve. 

Liberdade de expressão - Isso é uma questão de bom senso, tenho 35 anos de rádio e nunca tive problema algum com a liberdade de expressão. 

1

"Convido as pessoas a fazer uma meditação, uma reflexão no seu dia a dia"

Mudanças no programa - Mudaram algumas coisas, inclusive, mudou a audiência pra melhor. Você deve estar pensando que estou puxando a sardinha pro meu lado, e estou mesmo. 

Produção do programa - Os quadros já têm seus formatos: Vicente Werneck traduzindo a música internacional; no humor tem Buziguim Folodó, Vaca Magra. Na produção, tem o Marcos, Cebola Roxa, a Bianca Neves. Ah, ia me esquecendo, tem eu também. 

Concorrência - No meu horário, sou primeiro lugar de audiência. 

Rádio e TV - O rádio nunca briga em audiência com a TV, o horário nobre do rádio é das 6 às 18h, o resto é da televisão. 

Público mais bem informado - Bem, nós temos um Departamento de Jornalismo. 

Influências - Paulo Barbosa, que hoje está na Rádio Record, São Paulo. 

Renovação entre os comunicadores - Acho que falta mais descontração, tem muito comunicador sério que nunca vai chegar lá. Quando estão falando, você pensa que ele vai falar "Meu querido radio-ouvinte, meu cordial bom dia", porque o resto eles falam. 

Rotina para o trabalho - Não pode existir rotina. 

Família - Todos eles participam me ajudando muito. 

Novidades para 2013 - Uma programação alegre e sempre com uma mensagem de otimismo, descontração e humor. As notícias que a gente não gostaria de ouvir tem o Departamento de Jornalismo pra isso.

Veja a entrevista com Henrique Barbosa

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

4 Comentários

×

×

×

  • Suzana

    Nossa que falta Henrique Barbosa faz no rádio da nossa região. Este sim é comunicador na essência da palavra.
    obs: Voces ja repararam que o Henrique Barbosa é o único apresentador da região que coloca o ouvinte no AR

  • Sandra

    Este é o maior comunicador do interior do estado do rio foi injustiçado pelo incompetente Dário de Paula por pura inveja

  • Mais comentários