Publicidade

RH

Assassinato na Dutra

Motociclista é morto a tiro à luz do dia na movimentada BR-116

Mesmo com tráfego intenso na rodovia, vítima foi perseguida e assassinada na manhã desta sexta-feira

Polícia  –  11/01/2013 20:14

747

(Foto Ilustrativa)

Crime ocorreu no Km 266 da rodovia,

na altura do bairro Boa Sorte

 

Já virou rotina. Ninguém sabe de nada, ninguém viu nada. Embora o assassinato tenha ocorrido na movimentada Rodovia Presidente Dutra (BR-116), Barra Mansa, uma das vias federais que cortam a região. Enquanto isso, a impunidade segue numa velocidade assustadora. 

O homicídio foi na manhã desta sexta-feira, 11. O fato de a rodovia ter tráfego intenso e estar sob o domínio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) não coibiu o assassino de perseguir e matar um jovem, por volta das 6h30. Até quando crimes como esses vão continuar a acontecer? 

Vítima seguia para o trabalho 

A vítima, o motociclista Alessandro Chaves da Silva, de 22 anos, que uniformizado seguia para o trabalho, foi morta com um tiro na nuca. Alessandro Chaves trajava o uniforme de uma construtora que presta serviços à CSN, em Volta Redonda. 

O crime ocorreu no Km 266 da rodovia, na altura do bairro Boa Sorte, em Barra Mansa, sentido Rio de Janeiro. Próximo ao corpo estava a moto que a vítima pilotava, a Honda, placa LLD-8839, de Barra Mansa. 

Tiro perfurou o capacete 

Segundo informações da polícia, o tiro perfurou o capacete, atingindo Alessandro Chaves na altura da nuca. A polícia está investigando o caso, mas ainda não foram divulgadas informações sobre testemunhas ou suspeitos. 

Sem testemunhas (o que é bem pouco provável, devido ao local ser muito movimentado), o homicídio será mais um a apenas engrossar as estatísticas. Geralmente o medo impede as pessoas de testemunhar, o que pode ser compreensível, mas não aceitável. Cabe à polícia também trabalhar mais intensamente nessa mudança de comportamento.

Por Elisandra Bezerra  –  elisandra.jornalista@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×