Publicidade

DJWesley

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Valorizando Talentos

Categoria Dança: Brenno, Isabela e Renata são os finalistas

Júri técnico analisará o material enviado; resultado só será revelado na noite da premiação

Votação técnica  –  17/03/2020 23:48

 

Segunda votação do ano fechada. Categoria Performance/Dança do Prêmio OLHO VIVO 2020 - Tema Empoderamento. No total, 62 bailarinos foram indicados. Os três mais votados estão classificados para a final: Brenno Rocha Alves (28,18%); Isabela Rigueira (24,28%); e Renata Campos (15,79%). A entidade beneficiada nesta edição será a ONG  Laços de Amor, que confecciona e doa perucas com cabelos naturais para quem está em fase de tratamento de câncer ou com alopecia. (Veja aqui a reportagem sobre a ONG)

_______________________________________________________ 

Clique e veja o resultado completo da enquete

_______________________________________________________

Os ganhadores de 2020 só serão revelados na noite de premiação, em 21 de fevereiro de 2021 (domingo pós-Carnaval), às 19h, em local a ser definido, durante cerimônia de gala (dia e horário podem ser alterados, de acordo com as necessidades da organização do evento).   

O material enviado pelos finalistas de cada categoria é analisado pelo júri técnico, formado por seis jurados de notório conhecimento artístico profissional, convidados pelo editor-chefe do portal, o jornalista Cláudio Alcântara. Todos os seis jurados votam em todas as categorias. Em caso de empate, o jurado especialista no segmento da respectiva categoria terá o voto de minerva. Caso ele não queira desempatar, ganha aquele que conseguiu a maior quantidade de votos na etapa popular.  

Confira o material enviado pelos finalistas



> Brenno Rocha Alves (28,18%) - “Tenho 26 anos e danço desde os 14. Comecei na escola Fifi Dance e de lá pra cá só aumenta meu amor pela dança. Tive a oportunidade de ter conhecido e participado de trabalhos com Eloir Xavier, grande professor e amigo. Passei pelo Studio Marcelle Pesanha, onde aprimorei ainda mais meus conhecimentos, e hoje faço parte da escola de dança República do Movimento, onde sou bailarino e professor de dança contemporânea”. 



> Isabela Rigueira (24,28%) - “Minha história na dança começou aos 6 anos, tendo início com o balé clássico, e sem finalidade senão a de um passatempo. Continuei no clássico até os 12 anos e foi quando conheci e me apaixonei pela dança contemporânea. Aos 16 anos iniciei na dança de salão, porém ainda voltada ao contemporâneo. Foquei meus trabalhos e meu coração, participando de premiações e conquistando algumas. Atualmente ministro aulas de dança contemporânea para adolescentes a fim de crescer e transformar o outro”.

> Renata Campos (15,79%) - “Tenho 34 anos. Desde pequena sempre gostei de dançar, coreografar, mas tudo na brincadeira, pois meus pais não tinham condições de me colocar em aulas de dança. Em 2003 tive a oportunidade de começar a dançar na igreja, onde esse amor pela dança cresceu em mim, me levando a querer buscar mais e a repassar o que aprendia aos outros, assim surgiu a vontade de ensinar. Em 2012 concluí a faculdade de dança. Hoje tenho meu espaço, onde ensino e aprendo todos os dias com minhas alunas. Sei que tenho minhas limitações, mas elas não me impedem de fazer o que amo”. 

_______________________________________________________

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×