<

Publicidade

Premio

Aço e Corrosão

Aluno de mestrado do UniFOA constrói projeto inovador

Diferencial é o baixo custo, já que os outros similares disponíveis no mercado custam em torno de R$ 40 mil e o desenvolvido pelo mestrando custou apenas R$ 560

Ciência e tecnologia  –  05/07/2017 19:46

6416

(Foto: Divulgação)

Ação do equipamento tem a finalidade

de avaliar a resistência do material em

relação à corrosão provocada pelo sal

 

O docente Luciano Monteiro Rodrigues apresentou sua defesa de dissertação do Programa de Mestrado Profissional em Materiais (Memat), em 30 de junho, no campus Três Poços. O tema do trabalho foi “Desenvolvimento de equipamento para realização de ensaios com névoa salina para avaliar a resistência à corrosão em metais” e trouxe novidades para a área de engenharia do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda). 

Aço sempre foi sua paixão, por isso Luciano Monteiro desenvolveu um equipamento a partir de suas experiências como técnico em mecânica. O diferencial do projeto é o seu baixo custo, já que os outros similares disponíveis no mercado custam em torno de R$ 40 mil e o desenvolvido pelo mestrando custou apenas R$ 560. 

- Sempre tive vontade de fazer algo relacionado ao aço e corrosão. Fiquei muito feliz com o resultado, porque já soube que um aluno fará testes no meu equipamento - disse, completando que pretende melhorar ainda mais a máquina. 

O projeto consiste em um recipiente feito com vidro e acrílico, o qual é ligado num purificador de ar doméstico com água salina. Assim, quando ligado, numa temperatura em torno de 38°C, passa toda a substância em seu estado gasoso para o material - nesse caso, o aço - colocado dentro do recipiente. 

A ação do equipamento tem a finalidade de avaliar a resistência do material em relação à corrosão provocada pelo sal. Isso pode ser utilizado para construções civis feitas nos litorais, onde a concentração de sal é mais elevada. 

- Conseguimos fazê-lo com materiais simples, do dia a dia, um equipamento de porte para a avaliação acadêmica com os mesmos resultados satisfatórios - disse o orientador do trabalho Roberto Magnago. 

No próximo semestre, o equipamento já estará disponível nos laboratórios do prédio 12, no campus Três Poços, para ser utilizado pelos alunos do UniFOA.

_______________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×