Publicidade

DJ

Entrada Gratuita

Alunos Firjan Sesi Barra do Piraí disputam nacional do Torneio de Robótica

Projeto de estudantes que concorre no First Lego League, no Rio, trata da alimentação dos astronautas e formas de cultivo na lua

Ciência e tecnologia  –  03/03/2019 11:17

(Fotos: Divulgação)

_______________________________________________________ 

Competição acontecerá dentro do Festival Sesi de Robótica, nos dias 16 e 17 de março, no Pier Mauá

_______________________________________________________ 

Alunos da escola Firjan Sesi Barra do Piraí foram classificados para a etapa nacional do Torneio de Robótica First Lego League (FLL). A competição acontecerá dentro do Festival Sesi de Robótica, nos dias 16 e 17 de março, no Pier Mauá, Rio de Janeiro. Com entrada gratuita, o horário de visitação será das 9 às 18h, no sábado e no domingo. Organizado pelo Departamento Nacional e com apoio da Firjan Sesi, o evento visa estimular em crianças e jovens o interesse pelas áreas de ciência, matemática, engenharia e novas tecnologias. 

A temporada 2018/2019 da FLL traz o tema “Into Orbit” (Em Órbita). O torneio, para estudantes de escolas particulares e públicas de 9 a 16 anos, usa a imaginação e a criatividade para investigar problemas do mundo real e buscar soluções inovadoras que contribuam para um mundo melhor. Os times, com dois a dez integrantes, passam por quatro avaliações:
. Projeto de Pesquisa;
. Design do Robô;
. Desafio do Robô;
. Core Values (valores humanos).
Cada grupo tem dois treinadores responsáveis. 

As duas equipes da Firjan Sesi - Barra do Piraí (Hero F) e Petrópolis (Sputnik Imperial) - conquistaram a vaga durante a fase regional do Distrito Federal, em 2018. Para Giovanni Lima, gerente de Educação Básica da Firjan, a participação na etapa nacional valida o trabalho desenvolvido na instituição, reconhecendo o esforço dos profissionais e estudantes. 

- É o resultado de uma proposta de educação que vem sendo delineada para proporcionar experiências de aprendizagem profundas e significativas - celebra. 

Além disso, ele ressalta que a robótica educacional tem um papel importante para o desenvolvimento integral do estudante. 

- O aluno coloca em prática os conhecimentos construídos nas demais disciplinas, de forma autônoma e colaborativa, desenvolvendo competências e ampliando seu repertório cultural e tecnológico - afirma. 

O time de Barra do Piraí ficou em sexto lugar geral e ganhou o prêmio de melhor Design do Robô. O projeto trata da alimentação dos astronautas e formas de cultivo na lua. A ideia é criar barras de cereais com nutrientes necessários para a saúde do astronauta, estufas lunares adequadas a luminosidade e solo locais e papéis-sementes. 

A estudante do 1º ano do ensino médio Rafaela Gomes Fernandes, da Hero F, conta de que forma a competição está ajudando na superação de desafios da equipe, como a apresentação do projeto para uma banca. 

- Era um projeto muito grande. Então, apresentamos primeiro na escola, vimos o que tínhamos para melhorar e no dia da banca estávamos menos nervosos, pois já tínhamos o domínio do assunto. 

Por dentro dos outros torneios 

Também dentro do Festival, acontecerá o Torneio Sesi de Robótica First Tech Challenge, voltado para alunos de 12 a 18 anos. Os participantes devem construir robôs que realizem as tarefas nos mesmos moldes da competição FLL, mas o desafio é criar máquinas e circuitos com equipamentos utilizados por engenheiros. Já para estudantes de 14 a 18 anos, acontece o Torneio Sesi F1 in Schools, programa educacional vinculado à Fórmula 1, que reproduz os desafios da corrida. Os alunos podem utilizar diversos recursos tecnológicos para projetar, modelar e testar o protótipo de um carro de F1 e devem criar uma empresa que funcionará como escuderia. 

> A entrada no Festival Sesi de Robótica é gratuita. Clique aqui para saber mais sobre o evento.

_______________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×