Publicidade

Aguás Quentes

Olho Pop

Cláudio Alcântara

[email protected]

Gênero Regional

Karina Braz, o lirismo e a poesia que permeiam Paraty

Cantora e compositora interpreta no show - Maré cheia - 40 músicas em três horas de apresentação

Lazer  –  24/02/2019 19:11

8253

(Fotos: Divulgação)

“Sempre amei a música regional; em minhas canções também ecoam os acordes praianos de mestres como Dorival Caymmi, em estética e temática”


*Com a colaboração de: Matheus Rufino (estudante de jornalismo)

Ela define sua arte como “gênero Regional”. Isso significa que a cantora e compositora Karina Braz, radicada em Paraty, busca inspiração nas raízes da Música Popular Brasileira. O seu primeiro EP solo, “Maré cheia”, lançado ano passado, impulsionou o número de shows da artista. Ela se apresenta neste fim de semana, 15 e 16, às 20h, no café Paraty, acompanhada por Pablo Piedade (contrabaixo), Gisele Pilz (flauta), Iraci Gassner (violino), Erick Gomes (bateria) e Jonathan Andreoli (percussões). São 40 músicas em três horas de show.  

- A ideia do “Maré cheia” é apresentar músicas que falam do nosso cotidiano entre o mar e a montanha. Apresento minhas composições e canções que me influenciaram todos esses anos de estrada - conta.  

No repertório, entre outras, tem composições de Luiz Perequê, Zangareio, Zé Kleber, que são artistas da região costa verde.  

- Sempre amei a música regional. Em minhas canções também ecoam os acordes praianos de mestres como Dorival Caymmi, em estética e temática - diz Karina, que dedilha o violão desde os 7 anos e antes de gravar o EP solo fez carreira, apresentando-se pelos bares, pelas casas de Paraty e cidades vizinhas.  

Entre alguns dos destaques da sua carreira, estão a participação na Off Flip 2018 (importante evento que acontece durante a Flip); Festa de São Pedro o Pescador, padroeiro de Ubatuba (SP); Festa da Padroeira de Paraty, Nossa Senhora dos Remédios; e no Projeto do Sesc com artistas locais, em novembro de 2018. 

Música que retrata um espetáculo cheio de belas imagens

  WhatsApp Image 2019-03-10 at 16.59.02

O disco “Maré cheia” está disponível nas plataformas digitais para streaming e reúne cinco canções: “Maré cheia”, “O pescador”, Pés no chão” (indicada ao Prêmio OLHO VIVO 2018/Categoria Canção), “Luau” e “Lua serena”. Segundo Karina, ela usa o lirismo e a poesia que permeiam a charmosa cidade da Costa Verde para construir suas composições. A música que dá título ao EP, por exemplo, foi inspirada em um fenômeno que acontece de maneira recorrente na cidade histórica. 

- É a minha atual música de trabalho. O nome surgiu quando fizemos uma poesia, eu e meu parceiro de composição Pablo Piedade. A maré alta invade o Centro Histórico e proporciona um espetáculo cheio de belas imagens. Por isso, eu canto: ...“invade de poesias com versos Paraty cantar”... 

Sobre o atual cenário de arte e cultura em Paraty, Karina comenta:  

- A cultura de Paraty é muito rica, está viva e diversificada. A prefeitura mantém as festas tradicionais com os shows, abre as portas para o pessoal daqui e de fora. A Secretaria de Cultura desenvolve o seu papel e tem também o apoio do Sesc-Paraty, da Casa Azul e outras instituições que organizam outros festivais, mas ainda é muito pouco para a demanda de artistas que temos na cidade. Falo de artistas, de modo geral, não só os que estão na música. A prefeitura e as secretarias dão apoio, mas é preciso mais.  

E se depender da cantora/compositora o que não vai faltar é oportunidade para apoiar seu trabalho. Ela já está trabalhando em novo projeto, que se chama “Tempo”.  

- Pretendo lançar até o final do ano - adianta.  

> Show “Maré cheia” - Karina Braz. Dias 15 e 16 de março, às 20h, no café Paraty. A entrada custa R$ 10. Rua do Comércio, 253 no Centro Histórico. Contato para shows com Karina: (24) 99994-2237. 

_______________________________________________________

Seja o primeiro a comentar

×

×

×