Publicidade

Premio

Bonequinha de Luxo

Spikes invadem roupas, sapatos, bolsas e acessórios

Em VR, é possível customizar peças por um precinho bem acessível, variando de R$ 12,90 a R$ 79,90

Moda  –  15/09/2012 22:18

Tacha1

(Fotos: Divulgação)

Spike se transformou no queridinho das blogueiras, famosas e meninas antenadas

Eles podem ser encontrados em roupas, sapatos, bolsas e acessórios das últimas tendências. E dão um ar mais moderno à sua produção. São os spikes. Em Volta Redonda, você pode conferir várias lojas com essas peças estampadas nas vitrines. Mas é possível ter peças exclusivas. Isso mesmo, você pode customizar suas roupas e acessórios, e por um precinho bem acessível. As peças variam de R$ 12,90 a R$ 79,90.

Cristina Rosestolato de Moraes Ferreira, de 52 anos, faz acessórios de ótimo bom gosto. Com a alta dos spikes, ela tem confeccionado diversos modelos de pulseiras para suas clientes. Agora ela vai investir na customização de roupas e acessórios, como bolsas e sapatos.

Terapia que deu certo

A profissional conta que o trabalho foi a cura para uma depressão que ela teve, quando seus filhos foram para o Rio de Janeiro.

- Foi por isso que minha filha me incentivou a fazer algum trabalho que me tirasse da depressão, eu devo muito a ela. Fiquei muito mal mesmo, chorava o dia inteiro, fiquei muito magra de tanta tristeza. O médico disse que eu tive síndrome do ninho vazio, é uma depressão comum nas mães, quando os filhos saem de casa - diz.

Trabalho em casa

Tachas2

Mas a depressão ficou no passado. Hoje em dia, Cris, assim conhecida e chamada por todos, é só sorrisos. Ela começou em maio de 2009, fazendo suas peças em casa mesmo. Foram dois anos e dez meses vendendo em vários lugares.

- Fabricava de manhã e à noite, saía para vender de tarde. Nunca me passou pela cabeça que eu poderia fazer bijus, minha filha que levou um brinco e perguntou se eu saberia fazer, eu fiz idêntico. A empresa que ela trabalhava me entregava material e pagava a minha mão de obra, durou seis meses. Ela saiu dessa empresa, e me incentivou a trabalhar por minha conta - contou.

Tudo começou com os punks

O spike surgiu na década de 70 com o movimento punk e se transformou no queridinho das blogueiras, famosas e meninas antenadas em moda. Antigamente você só via esses acessórios em roqueiros com jaquetas de couro e coturnos - aquela velha imagem de rebeldia.

Hoje tem para todos os gostos, desde os mais discretos, com tachinhas mais retas, até aos mais pontudos. Também é possível encontrar dos cromados aos coloridos. Por incrível que pareça, há quem ache que os spikes ainda passam uma visão mais pesada ao visual. Bobagem. O ideal para quem vai começar a usar é colocá-lo apenas em algum detalhe do look, como por exemplo, um acessório pequeno. A dica, como tudo na moda, é adequá-lo ao seu estilo.

Agora, se você é mais ousada, dá para causar impacto e chegar com tudo. Só tome cuidado para não ficar over.

Tachas3

Serviço

> Atelier da Cris - Funciona há cinco meses no Cecisa II, 6º andar, sala 611, na Vila Santa Cecília, em Volta Redonda.

> Fonte: Revistas, sites, blogs de moda, vitrines e tudo que rola por aí

Por Nayane Alcântara  –  nayanealcantara@hotmail.com

3 Comentários

×

×

×

  • crisbiju

    Muitooo obrigada Nayane Alcantara por divulgar o meu trabalho!! PARABÉNS tb pelo seu SUCESSO SEMPRE... bjss

  • Fabiana

    Parabéns pela matéria, ameiii... Muito orgulho ver o crescimento do trabalho da minha mãe.... eu que acompanhei de perto posso garatir que o sucesso é merecedor devido a garra e determinação que ela tem!!!
    Os spikes?? sou suspeitaaa, amoooo, já estão no meu braço e na minha cabeça!!!!

  • Mais comentários