Publicidade

DJ

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Polêmica

Sindicato dos Artistas apoia Conferência de Cultura

Delegado regional do Sated-RJ também defende reformulação do Conselho de Cultura, adesão ao Sistema Nacional de Cultura e criação do Sistema Municipal de Cultura

Opinião  –  14/11/2012 16:49

1

(Foto: Reprodução/Facebook)

“Bora lá, cobrar nossos direitos, bora lá, com a Conferência de Cultura”

Lúcio Roriz

Tenho acompanhado o debate acerca do Fórum de Cultura decretado pelo nosso prefeito (Antônio Francisco Neto - PMDB). Tenho acompanhado também alguns comentários que acredito que precisam ser atualizados e depois esquecidos, como a questão da legalização dos atores que atuavam sem registro no projeto Palco Sobre Rodas. Para mim e para o Sated-RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Estado do Rio de Janeiro), essa situação está resolvida e, independente de quem assumirá (se é que isso acontecerá) a Secretaria de Cultura de Volta Redonda, o atual secretário de Cultura, Moacir de Carvalho, o Moa, cumpriu na íntegra o prazo dado pelo Sated-RJ há mais de um ano em regularizar os artistas que prestavam serviços à PMVR e que estavam sem registro profissional artístico. 

Repito: tem gente desatualizada e insistindo, talvez por falta de assunto, criatividade ou decepção pessoal/política, ou sei lá o que, falar em assuntos que não fazem mais sentido.

Eu sempre prestei ao Sated-RJ trabalho voluntário, portanto, não tenho vínculo trabalhista, e sempre me coloquei na condição de um colaborador da entidade durante esses sete anos, em que aumentei de quatro para 14 cidades representadas, tendo reconhecimento do próprio Sated e da Câmara Municipal de Volta Redonda, por meio de menção honrosa.

Sobre “nossa cultura”, apesar de cansado, não estou desanimado, e acredito, sim, em uma mudança e que nossos artistas possam ter o que merecem.

Mas é necessário, além de tudo que já se discute durante anos (a conduta dos nossos políticos com a nossa cultura), definitivamente partirmos para a mobilização e organização de nossos passos e deixar de lado o “eu sou o melhor”, porque para mim o melhor artista é aquele que faz, que independe de governo municipal, estadual ou federal.

Mas se nossa organização ou mobilização hoje necessariamente passa por essas esferas, bora lá, cobrar nossos direitos, bora lá, com a Conferência de Cultura, com a reformulação do Conselho de Cultura, adesão ao Sistema Nacional de Cultura e criação do Sistema Municipal de Cultura. E conte sempre comigo e com o Sated-RJ.

Temos na cidade excelentes artistas e pessoas com visão e experiência para cobrar do nosso prefeito iniciativas para a melhoria do nosso estado cultural, mas precisamos, antes de mais nada, ter consciência de que quem faz cultura nesta cidade sempre foram e sempre serão os artistas, e que a força do voto é passageira e a força do artista é eterna.

> Lúcio Roriz é delegado regional do Sated-RJ em Volta Redonda

Artistas discutem Fórum de Cultura

Cláudio Alcântara

“Só quero saber do que pode dar certo, não temos tempo a perder.” (“Go back” - Titãs)

Conferência já! Quarta-feira, 14, véspera de feriado, às 18h, na Toca do Arigó - Rua Crispim Assis Pereira, 67 (ao lado do posto AP da Amaral Peixoto, descida da Colina), os artistas estarão reunidos para definir as ações em prol da mobilização dos trabalhadores da cultura e demais interessados, bem como oportunizar a todos esclarecer as dúvidas sobre as diferenças entre Fórum e Conferência, apresentação dos pontos positivos e negativos das duas ações propostas para a comunidade cultural de Volta Redonda e acordar, em coletivo, as ações frente a esses dois eventos.

Esse é o momento de os artistas se unirem, mostrar o quão organizados podemos ser, movimentar uma ação realmente democrática que demonstre a insatisfação e o repúdio aos mandos e desmandos da atual administração da nossa cultura.

Compareça à reunião. Vote. Opte. Aproveite a sua oportunidade de ser ouvido e determinar em conjunto o que de concreto pode ser realizado.

Movimente-se. Acredite. Fale. Vá!

Em tempo: O OLHO VIVO entrou em contato com a Prefeitura de Volta Redonda, no início da semana, para ouvir a posição oficial da Secretaria de Cultura sobre o assunto, mas até agora não obteve resposta.

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

1 Comentário

×

×

×

  • Marcia Fernandes

    Parabens Lucio pela adesão ao movimento, importantíssima a sua participação!