Publicidade

DJ

Literatura & Cia.

Jean Carlos Gomes

poearteditora@gmail.com

Perspectiva Social

Deivin Rapvr e o canto da periferia

Poeta, compositor e cantor encontra-se em São Paulo para voos maiores nas áreas profissional e artística

Cena alternativa  –  12/01/2019 12:12

8102

 

(Fotos: Divulgação)

Deivin fez parte de um projeto chamado A Fantástica Roda de Rap com Samba, que teve algumas edições no Memorial Zumbi - VR

 

Temos a satisfação e a alegria de apresentar/divulgar mais um jovem talento que, como tantos, vem conseguindo superar as inúmeras dificuldades inerentes do dia-a-dia, tendo força de vontade, fé, visão e foco naquilo que almeja de bom. Estamos falando do Deivison de Jesus Souza, também conhecido como Deivin Rapvr, principalmente nas rodas de rimas de Volta Redonda, região e até em outras cidades.

Nascido na Cidade do Aço, o jovem de 24 anos reside no bairro Califórnia (na divisa com Barra do Piraí), lugar que como tantos outros sofre com a carência de opções de cultura/lazer/entretenimento. Porém, isso não foi obstáculo para Deivin buscar momentos agradáveis dentro dos seus gostos e anseios. Ia com seus amigos aos centros dos acontecimentos, tais como a Vila Santa Cecília, interagindo assim com outros nas rodas de rimas, encontros onde se concentram muitos jovens com suas declamações/falas como uma forma direta de manifestação entres eles e os demais.

_______________________________________________________

 Influenciado por grupos locais, como a banda Amplexos, 473 Crew, Ramiro Martin, MC Lenin e Thiago Elniño, entre outros

_______________________________________________________

- Foi amor à primeira vista, encontrei-me como artista, conheci muita gente, ouvi músicas, busquei trocar ideias sadias em um ambiente amigo onde obtive uma nova perspectiva social, começando aí meu despertar na composição das rimas. Também trabalhei minha dialética, exerci oratória em um conjunto de rimas. Isso me ajudou a falar em público, trabalhar novos temas dos quais estava habituado em meu cotidiano. Foi algo mágico, porém para não ficar para traz vi a necessidade de expandir meu vocabulário, buscando não só inspiração mas também conhecimentos por meio dos livros - conta.

Já atuou como rapper na Bienal do Livro do Instituto Dagaz e Roda de Rima de Volta Redonda, onde participou ativamente durante seis anos; em edições na Roda Rima de Barra Mansa; foi representar Volta Redonda na seletiva do campeonato nacional no Rio de Janeiro, no bairro de Vila Isabel; fez parte de um projeto chamado A Fantástica Roda de Rap com Samba, que teve algumas edições no Memorial Zumbi - VR; também na Feira das Mina Preta, como convidado no freestaly, no espaço Clovis Resta, localizado no bairro Conforto; no antigo Greens House (hoje Bar Metamorfose); na Toca do Arigó, onde também tinha muita música boa; no Samba do Abacateiro; festas de ruas e muito mais.

Paralelamente, com seu trabalho solo, veio com o loscocasrap, um grupo de amigos com os quais dividia a simpatia pelo movimento hip-hop. Juntaram as forças: DJ Cotonete, MC Kaká, MC Bolívia, MC Deivin e Geovane Resende, organizando as festas. Essa galera faz parte de suas histórias, tem alguns vídeos, clipes em conjunto, porém cada integrante também faz seu trabalho individual.

Suas maiores influências vêm do pagode, onde iniciou seu contato com a música, na infância, em um projeto da Acac (Associação de Amigos da Criança e do Adolescente). Já na adolescência foi o funk e, na juventude, o hip-hop, movimento no qual entrou de corpo e alma, formando-se intelectualmente. Tem apreço por Racionais, Mcs, pelo rapper Marechal, antigo 5° andar. Ouviu muito Kamal, Mcida, Rachid, tem influência de grupos locais, como a banda Amplexos, 473 Crew, Ramiro Martin, MC Lenin, Thiago Elniño, que são referências no contexto hip-hop na cidade de Volta Redonda.

Assim, conhecemos mais um talento de nossa cidade/região. Mas como todo artista sonhador não vive só de arte, nosso querido poeta, compositor e cantor Deivin de Jesus encontra-se em São Paulo para voos maiores nas áreas profissional e artística. Vamos ficar na torcida! 

Volta Redonda*

(Deivin Rapvr)

Hoje eu não vou ser MC
Serei teu guia turístico
Vamos passear
Tracei meu roteiro lírico
Por que ficar em casa?
Desfruta da tua cidade
Duvido que tu não aches
Algo que te agrade
A nossa cultura é rica
Rap a galera transpira
Tem vários lugares lindos
Um boteco a cada esquina
Eu fui moleque e cresci
nadando no Paraíba
Quatorze anos de idade
Curtindo festa na Ilha
Poderia morar na praia
Eu tô na área porque eu quero
O primeiro baile funk
Em que eu entrei foi no Aero
Quando eu matava aula
O paradeiro era lógico
Uniformizado dando um rolé no zoológico
Vou no Nove de Abril ver um filme
É bem barato ou posso ir no Gacemss
Se ela preferir teatro
Cada um tem seu espaço
Aqui na Cidade do Aço
Eu tenho orgulho de morar no sul do estado
Situado no rio entre Minas e São Paulo
Onde o verão é frio
e o horizonte esfumaçado
De rolé viação canela
Eu vou da Vila ao Aterrado
Na carência de emprego
Fiz do rap meu trabalho
Tem seu time de futebol
Voltaço e suas peneiras
Jogadores estrangeiros
que atravessaram a fronteira
Tomara que dê empate
no jogo de quarta-feira
Flamengo e Volta Redonda
No Raulino de Oliveira 

*Integra a "V coletânea viagem pela escrita" - 2019 

_______________________________________________________

Por Jean Carlos Gomes  –  poearteditora@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×