Publicidade

RH

Olhar Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Antes Tarde do que Nunca

Corpo de Bombeiros desmente Porão e afirma que casa não foi vistoriada

Assessoria de imprensa da boate diz que gerente passou informações erradas ao OLHO VIVO

Ranço  –  31/01/2013 17:57

1

(Foto: Reprodução/Facebook)

Ao contrário do que divulgou o Porão, a boate ainda
não foi fiscalizada esta semana pelo Corpo de Bombeiros

Leia também: Aumenta para 25 o número de boates fechadas (mas só depois da tragédia em Santa Maria; Corpo de Bombeiros interditou ontem, 5, os clubes Areo e Comercial; Piano´s Bar Embaixador também foi interditado

Já chega a 22 o número de boates fechadas (mas só depois que 235 pessoas morreram); ontem à noite, 1, foi a vez do Porão, Pullse, Studio 54 e Escondidinho serem vistoriados pelo Corpo de Bombeiros

Agora já são 13 boates fechadas na região (só depois que 235 pessoas morreram); Curral, Auê, Chafariz e Bendito Boteco foram vistoriados ontem, 31, pelo Corpo de Bombeiros

Sobe para seis o número de boates fechadas (só depois que 235 pessoas morreram); Cana Café e Fronteiras foram fiscalizados ontem, 30; Black Jack Pub e Oásis já tinham sido interditados; Náutico é aprovado

Só depois que 235 pessoas morreram, duas boates são interditadas em Volta Redonda; esperaram acontecer uma tragédia em Santa Maria (RS) para interditar casas noturnas da cidade 

O OLHO VIVO estranhou a notícia postada no Facebook, informando que o Porão já havia sido vistoriado e liberado para funcionamento normal. Ligamos para o gerente do Porão, Marco Salume, o Marquinho, e logo em seguida para o Corpo de Bombeiros, que desmentiu a informação.

O capitão Rieger, chefe da Seção de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros (responsável pela operação que está fiscalizando as boates em Volta Redonda), foi enfático, ao afirmar que é mentirosa a informação divulgada pelo Porão de que uma equipe esteve ontem, 30, na casa vistoriando o local.

- Não estivemos no Porão ontem, fomos ao Clube Náutico, Cana Café e Fronteiras. O Porão ainda será vistoriado, existe um cronograma de vistoria, mas não divulgamos antecipadamente para pode flagrar possíveis irregularidades - disse.

Gerente confirmou informação ao OLHO VIVO

O estranho disso tudo é que, também por telefone, Marquinho não só disse ao OLHO VIVO que o Corpo de Bombeiros esteve no Porão, como informou até o horário.

- A equipe, a mesma que foi ao Cana Café, esteve aqui (Porão) por volta das 14h (na verdade, o Corpo de Bombeiros fiscalizou as boates ontem à noite). Passamos em todas as vistorias, apenas as placas de sinalização de saída teriam de ser trocadas, porque não eram refletivas. Mas já trocamos - falou.

Todas essas informações passadas por Marquinho foram desmentidas pelo capitão Rieger.

O post no Facebook diz que "a Boate Porão foi vistoriada e considerada uma das casas mais seguras do Brasil, a única na cidade que conta com seis sistemas de mangueiras de alta pressão, 30 extintores de incêndio e possui 15 saídas de emergência, o que permite uma rápida evacuação do local, com luzes de emergência e placas indicativas das saídas. Tragédia como a da boate Kiss no sul jamais aconteceria conosco. Para a Boate Porão a segurança sempre foi prioridade". 

Estranho, muito estranho. Vai entender? 

Assessoria de imprensa do Porão diz que gerente
passou informações erradas ao OLHO VIVO

A assessoria de imprensa do Porão entrou em contato com o OLHO VIVO, logo após a publicação da reportagem "Corpo de Bombeiros desmente Porão e afirma que casa ainda não foi vistoriada", para esclarecer "as informações equivocadas passadas ao site pelo gerente da boate", Marco Salume, o Marquinho. A assessoria informou que a vistoria foi feita por uma empresa especializada em segurança de casas noturnas (e não pelo Corpo de Bombeiros, como afirmou Marquinho ao OV), na quarta-feira.

Ainda segundo a assessoria de imprensa, essa empresa apontou pequenas correções que deveriam ser feitas, e que essas correções já foram realizadas (essa informação confere com o que foi dito pelo gerente; com a diferença de que ele afirmou que foi o Corpo de Bombeiros quem solicitou as correções).

A assessoria de imprensa disse também que o post no Facebook não foi gerado na página oficial do Porão e, sim, pelo perfil Noite Redonda (ao contrário do que informou o gerente da boate, que disse: "Nós, ou seja, o Porão, fizemos um post no Facebook, informando que o Corpo de Bombeiros vistoriou a casa e que está tudo certo"). A assessoria de imprensa enfatizou que o gerente do Porão não soube informar corretamente ao OLHO VIVO o que realmente ocorreu. E que já entrou em contato com o Noite Redonda, que corrigiu o post no Facebook.

Noite Redonda mostra no Facebook que texto
foi postado primeiro pelo perfil Porão Hall II

O Noite Redonda mostrou ontem, 2, no Facebook, que o texto que gerou toda essa confusão foi postado primeiro pelo perfil Porão Hall II, e não pelo NR, como disse a assessoria de imprensa da boate ao OLHO VIVO. "Este perfil pertence à Boate Porão, pois eu tenho conversas com pessoas da casa através deste perfil. E ninguém é tão bonzinho capaz de alimentar este perfil com informações atuais a troco de nada", argumentou. 

A assessoria de imprensa da boate, no entanto, já havia dito ao OV que o perfil Porão Hall II não é o oficial da casa noturna, que, segundo a assessoria, está bloqueado. O OLHO VIVO espera, então, que as medidas necessárias para tirar o perfil Porão Hall II do ar sejam tomadas imediatamente pelo Porão, evitando assim futuras confusões.    

De qualquer forma, o OLHO VIVO já havia enfatizado que não se baseou apenas no post no Facebook para publicar a reportagem, checou com um representante oficial da boate (o gerente, que deveria estar preparado para informar à imprensa) as informações.

Confira a programação completa de arte, cultura e lazer na região

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

4 Comentários

×

×

×

  • Marciany

    O Porão divulgou no facebook pelo perfil do \Porão Hall II\ que o corpo de bombeiros já tinha feito a vistoria e que estava tudo ok.Lamentável foi o desrespeito com os artistas que se apresentariam e com o público que saiu de casa pra ir até lá, eles não tem culpa, já a administração da boate sim!

  • HÄGAR, O HORRÌVEL

    Fraquíssimo este gerente da boate Porão. Um sujeito que chega a confundir uma medíocre equipe de uma firma particular qualquer com os integrantes do Corpo de Bombeiros não pode estar em seu estado normal. Ou vai ver a confusão foi proposital. Eu poderia até estar aqui defendendo o Porão em respeito a sua enorme tradição na noite de Volta Redonda. Mas depois que a boate afundou na lama das profundezas ao insistir e promever o horrível, o ridículo Funk Carioca, eu me calo.

  • Mais comentários