<

Publicidade

Premio

Contramão

A hora e a vez de Onagra Claudique

Roger Valença e Diego Scalada tratam o cotidiano com delicadeza, sutileza e muito bom gosto em seu primeiro registro muiscal

Música  –  14/09/2012 16:49

81

(Fotos: Divulgação)

Roger Valença e Diego Scalada

O cotidiano tratado com delicadeza, sutileza e muito bom gosto é o trabalho da dupla Onagra Claudique. Formada por Roger Valença e Diego Scalada, os meninos fazem uso do simples com tanta propriedade que o sofisticado emerge naturalmente.

Conversei com o Roger e durante esse papo informal ele foi me contando o que é o projeto Onagra Claudique...

O começo - Eu e o Diego nos conhecemos ainda adolescentes, somos do interior de São Paulo, do Velho-Oeste, como costumamos chamar. Nosso primeiro encontro efetivo se deu num festival de bandas e nós, como éramos os líderes das duas únicas bandas de punk rock da época e do local - a minha se chamava Garoto Amargo, a dele, Praga de Mãe - partilhamos orgulhosamente os últimos lugares naquela competição. Estava selada definitivamente nossa afinidade.

A primeira música - O Diego se mudou para São Paulo capital, para estudar letras na USP e eu fui para o Paraná estudar artes cênicas. Continuamos a nos corresponder por e-mail, sempre partilhando como amigos do melhor quilate nossas incongruências diante dos inumeráveis infortúnios que se apresentam para um jovem ao final da adolescência. Um belo dia, resolvi musicar uma dessas correspondências, guiado apenas pela minha boa vontade e nada mais, surgiu uma proto-música nomeada “Epístola”.

Onagra

Autoconfiança estimulada - A partir de então, creio que nossa autoconfiança para compor algumas canções foi estimulada e começamos a periodicamente compor alguma coisa. Compartilhávamos o que podíamos por e-mail mesmo, um esquema como o da banda Postal Service, e sempre que recebia uma nova epístola com uma canção anexada sabia que sairia dali um sumo altamente sensível e poético.

A primeira demo - Mudei para São Paulo para trabalhar com teatro, o que possibilitou de vez nossos encontros reais, e começamos a ensaiar com a Onagra Claudique de fato. Um belo dia e alguns anos depois, com algumas músicas já maduras resolvemos gravar uma demo e mostrar para o Mauro Motoki (que é mais conhecido por ser guitarrista da banda Ludov, e lançou um trabalho solo muito legal recentemente), graças ao intermédio de um amigo em comum. O Mauro mantém um estúdio aqui em São Paulo com seu sócio, Fábio Pinczovski.

O primeiro EP - A indefectível dupla Mauro e Fábio gostou do que ouviu e resolveu acatar e produzir nosso projeto, e graças a eles nasceu a “Hora e vez de Onagra Claudique”, nosso primeiro registro. O Mauro Motoki e o Fábio Pinczovski também tocaram nas músicas desse EP.

No momento, a dupla continua ensaiando com calma e algumas músicas novas estão ficando prontas, o plano é registrar mais algumas antes de começar com os shows. Roger, como tem formação teatral, preza muito pela qualidade do espetáculo no palco. Aguardamos ansiosos por estas apresentações e novas canções. Como refêrencia podemos citar duas bandas que fazem algo parecido com o trabalho dos meninos, Fleet Foxes e Kings of Convenience.

Serviço

> Onagra Claudique - Download grátis, contato e créditos do EP aqui.

Por Márcia Tunes  –  marciatunes@gmail.com

2 Comentários

×

×

×

  • Carolina

    Marcinha, adorei o som da dupla. Sinistra da entrevista

  • Andressa Lelis

    Não me canso de ouvir Onagra, é realmente delicado e me transmite uma paz, um sossego que tanto amo.