Publicidade

Prêmio Olho Vivo

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

A Mesma Paixão

Sara Bentes: a voz de veludo azul de uma artista multifacetada

Cantora escreve, atua e passeia com facilidade pela MPB, choro, música infantil e internacional

Música  –  12/10/2013 17:33

1

(Fotos: Divulgação)

 Aos 13 anos Sara Bentes iniciou seu contato com o palco e com as técnicas de canto

> Leia também: Confira a cobertura fotográfica da FESTA CULT; Evento no Clube Foto marcou a fusão do jornal VOLTA CULTURAL com o site OLHO VIVO

FESTA CULT reuniu artistas no lançamento do VOLTA CULTURAL + OLHO VIVO; Sara Bentes, Vitrine, D´Hanks e Carina Sandré; DJ Campelo nos intervalos; participações de Elisa Carvalho e Heavy Love

FESTA CULT marca fusão do VOLTA CULTURAL com o OLHO VIVO; Evento no estilo luau terá shows de Sara Bentes, bandas Vitrine, D´HanKs e Carina Sandré; DJ Campelo agita nos intervalos

A voz de veludo azul passeia pela MPB, samba, choro, música infantil e internacional. Sara Bentes une técnica e emoção na medida certa. Uma cantora e compositora premiada internacionalmente que sabe como poucas o verdadeiro significado do verbo cantar. Um tanto do talento de Sara está registrado em seu primeiro CD infantil, "Faz sempre sol", lançado este ano em parceria com amigos e o seu pai, Sergio Bentes. Além de viver a música intensamente, se entrega à literatura e ao teatro com a mesma paixão. 

Em 2011 lançou seu primeiro livro, "Fotografias poéticas de um olhar viajante". Sara é integrante da Companhia de Teatro Mix Menestris, dirigida por Deto Montenegro, e também faz parte do Teatro Cego, projeto argentino estreante no Brasil. Mais: ministra palestras e integra organizações e movimentos que trabalham pela inclusão de pessoas com deficiência. A artista também foi uma das protagonistas do Projeto Percepções, expedição de três meses por nove países da América do Sul, exibido semanalmente no "Fantástico" (Rede Globo), de novembro de 2005 a fevereiro de 2006. 

Na opinião de Sara, é sensacional a fusão de dois veículos fortes voltados à arte e cultura. "Com a união, a tendência é que se fortaleçam mutuamente. Colaboro com o VOLTA CULTURAL há mais de dez anos, e durante esse mesmo tempo também tenho o apoio do VOLTA, e tudo o que possa fazer esse jornal e esse movimento crescerem só me alegra", diz. Ela espera que os artistas da região tenham cada vez mais força, mais voz, mais apoio e respeito, e nisso, segundo Sara, o VOLTA CULTURAL e o OLHO VIVO, agora unidos e mais fortes, podem continuar ajudando. 

O show de lançamento do jornal é um grande encontro da arte. "Encontrar e conhecer os artistas da nossa terra é sempre uma delícia. E algo do meu trabalho autoral não poderia faltar", enfatiza. 

Experiência para conquistar o público Sara de sobra. Ela cantou de 2003 a 2006 com a Orquestra Sinfônica da CSN, um repertório que se estendia do erudito ao popular. E dividiu o palco com Gilberto Gil, Flávio Venturini, Guilherme Arantes, entre outras feras da música. Em 2007, ingressou na Vez da Voz, ONG com sede em São Paulo que trabalha com (e para) pessoas com todo tipo de deficiência, trabalhando como artista e como jornalista repórter e apresentadora do "Telelibras", telejornal modelo em acessibilidade no Brasil. 

Uma artista multifacetada e de luz própria. Sempre um prazer poder sentir a arte de Sara Bentes derramada nos mais variados corações.

Talento reconhecido internacionalmente

Muito cedo Sara Bentes já sabia que sua vida abraçaria a arte. Mas foi aos 13 anos que iniciou seu contato com o palco e com as técnicas de canto no coral do colégio Macedo Soares, onde estudava, ingressando em seguida em grandes corais de Volta Redonda, onde nasceu. Participou de inúmeros festivais de música, ao lado do pai e da irmã, em vários estados brasileiros. Paralelamente, desenvolvia a prática do desenho. Expôs no Rio de Janeiro e em algumas cidades do interior do estado. Sua arte ganhou o mundo.

Estudou teoria musical, piano e outros instrumentos, harmonia funcional, teatro e dança. Em 2001, aos 19 anos, Sara passou três meses na Itália, cantando Vivaldi no coro do Festival de Música Antiga da cidade de Magnano. Dois anos depois, ela se apresentava no Kennedy Center, em Washington DC, EUA, premiada como melhor cantora internacional pelo concurso internacional para jovens solistas Rosemary Kennedy, edição de 2003, o que lhe rendeu participações em festivais internacionais de artes, como o Festival de Músicos com Capacidades Especiales, na cidade de Córdoba, Argentina, nas edições de 2003 e 2007. 

Fique de Olho

> Contatos com Sara Bentes - Telefones: (24) 9948-4030 / (11) 7030-4747. Site. Facebook. E-mail: contato@sarabentes.com.br

Edição impressa

1

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×