Publicidade

Toca Logo

Texto e Contexto

Robson Chaves

profrobson.lit@gmail.com

Drama e Suspense

Morte no Museu do Louvre

Aventura do Professor Robert Lang virou best-seller; apesar do sucesso, recebeu críticas, em virtude de oferecer uma versão diferente da história do Cristianismo

Lazer  –  04/09/2020 19:29

 

1006693584

(Foto: Divulgação)

_______________________________________________________

Robert Langdon busca pelo Santo Graal; cabe ao leitor manter a mente aberta para aceitar determinados aspectos da obra como liberdade literária

_______________________________________________________

Oi, gente!
Hoje, quero falar um pouco sobre o best-seller “O Código da Vinci”, de Dan Brown. O livro traz mais uma aventura do Professor Robert Langdon. Desta vez, o enigma começa com um assassinato do Museu do Louvre. 

Cabe lembrar que há versão cinematográfica no ano de 2006. Você poderá adentrar nos principais cenários da França por meio da riqueza de detalhes que o autor expõe. O famoso museu possui uma estrutura imponente e marcante, conta com a obra de Leonardo da Vinci, “Mona Lisa”. 

Apesar de muito sucesso, o romance recebeu críticas, em virtude de oferecer uma versão diferente da história do Cristianismo.

Do ponto de vista cultural, acredito que acrescenta muito a quem lê, pois é um material repleto de informações históricas, religiosas e artísticas. Além de Tom Hanks, o filme conta com Jean Reno, outro nome de peso no elenco. 

Ao leitor, cabe a mente aberta para aceitar determinados aspectos da obra como liberdade literária, procurando observar a beleza do livro.

O escritor Dan Brown, além da sequência protagonizada por Robert Langdon, também escreveu “Fortaleza Digital”.

E você? Está pronto para adentrar o cenário criminal junto com Langdon? 

________________________________________________________

Por Robson Chaves  –  profrobson.lit@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×