Publicidade

DJ

Antepassados e Imigrantes

Eliney Faulstich lança livro no Atlântico Bar, em Resende

Lançamento de - A saga dos Faulstich - terá música ao vivo com Hugo Zaidan e Beto Olliveira

Livros  –  18/11/2018 10:40

7978

 

(Foto: Divulgação)

Lançamento será neste sábado, 1 de dezembro; autor tem 70 anos, é resendense, jornalista, aposentado, residente em Brasília - DF

 

O livro “A saga dos Faulstich” será lançado neste sábado, 1 de dezembro, às 19h, no Atlântico Bar, Centro Histórico de Resende. A obra é uma narrativa desde a vinda dos europeus, por meio de convite oficial do governo brasileiro para recompor a mão de obra necessária nos campos após a Abolição da Escravatura, sob o atrativo de concessão de subsídios, passagens, assistência e comercialização da produção e possibilidade de serem donos da própria terra - promessas não honradas.

Isso culminou com a locação, pelo Presidente da República, nos Núcleos Coloniais de Itatiaya e Visconde de Mauá de uma horda de 530 desempregados que faziam arruaças na Capital Federal - Rio de Janeiro. Eis nessa obra, o martírio e algumas histórias dos Faulstich - nossos antepassados e imigrantes - que chegaram ao Brasil no início do século XX. 

Um pouco sobre o autor 

Eliney Faulstich, 70 anos, resendense, é jornalista, aposentado, residente em Brasília - DF, há 47 anos para onde se transferiu ainda jovem quando era Sargento do Exército. Na Capital Federal, após cursar jornalismo e pedagogia, se licenciou da vida militar; trabalhou na Fundação Projeto Rondon onde exerceria o cargo de assessor de comunicação social, mas acabou sendo nomeado chefe de gabinete da Presidência e depois diretor de pessoal. Mais tarde trabalhou indiretamente para o MEC no CETEB, uma Instituição de Ensino - pioneira da implantação do Ensino à Distância como programador visual e editor de material didático.

No serviço público trabalhou como jornalista e como assessor de comunicação social no Incra e nos ministérios do Desenvolvimento Agrário e no da Reforma Agrária. Por fim, na Comunhão Espírita de Brasília trabalhou como assessor de comunicação social, redator e editor do “Jornal Libertação”. 

_______________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×