<

Publicidade

Premio

Corpo Harmônico

Alimentação e estética: dicas para entrar em forma para o verão

O que muita gente não leva em conta é que a busca pela beleza deve começar com nosso estilo de vida

Viver bem  –  29/09/2012 16:02

186

(Foto Ilustrativa)

Há diversos alimentos com o poder

anti-inflamatório e antioxidante

Verão à vista e há muita preocupação pela estética, não só pelas mulheres, mas como pela ala masculina também. Diversos cremes, xampus e tratamentos estão sendo divulgados como a solução para a busca da beleza. Mas o que muita gente não leva em conta é que essa busca deve começar com nosso estilo de vida. Para se obter cabelos, pele, unhas e corpos fortalecidos torna-se necessário um corpo harmônico. Para tal, nosso organismo deve possuir suas células nutridas de forma adequada.

A beleza está no seu prato

A função de proteínas, vitaminas e minerais é de construção e manutenção de tecidos, órgãos e estruturas do corpo. Enquanto a dos carboidratos e gorduras é de fornecer energia para o organismo.

O carboidrato deve ser selecionado, a fim de dar preferência a carboidrato de baixo e moderado índice glicêmico, pois tem a sua absorção de forma mais lenta. Quanto às gorduras, devem prevalecer as poli e monoinsaturadas. O consumo de carboidratos simples, refinados de alto índice glicêmico e de gorduras saturadas e trans é uma das maiores causas do envelhecimento precoce, pois eles provocam a oxidação das células através do aumento na produção dos chamados radicais livres, que ocasionam a intoxicação no organismo. Além dessa produção, quando os carboidratos simples se ligam a uma proteína, ocorre um processo chamado de glicação, onde há um prejuízo na formação do colágeno, proteína que dá firmeza ao tecido muscular, provocando dessa forma a flacidez de tecidos. 

Tratamento nutricional

Primeiro ponto a ser assegurado é se a questão da absorção de nutrientes está ocorrendo de forma correta. Para tal, torna-se imprescindível que o intestino esteja funcionando adequadamente. Para melhorar a função intestinal devemos incluir na alimentação: cereais integrais, frutas, verduras e legumes variados, além de um grande consumo de água e sucos naturais. Em alguns casos torna-se necessária outra intervenção, com orientação de um nutricionista.

Alimentação anti-inflamatória

A alimentação habitual (carnes gordas, leite integral, alimentos refinados, doces, bebidas alcoólicas, embutidos e enlatados) é pró-inflamatória, ou seja, favorece o aparecimento da inflamação. Vale ressaltar que a exposição ao organismo a essa inflamação contínua pode contribuir para o surgimento de algumas patologias. Essa inflamação pode ser modulada pela alimentação e hábitos saudáveis. Há diversos alimentos com o poder anti-inflamatório e antioxidante, dos quais podemos citar:

- Peixes: Fontes de proteínas leves. No caso dos peixes de água salgada e profunda (salmão, atum, arenque sardinha etc.), podemos aproveitar a grande quantidade de Ômega 3;

- Hortaliças: Fontes indispensáveis de muitas vitaminas, minerais e fibras. Os folhosos de cor verde-escuro são riquíssimos em nutrientes que combatem a inflamação e os radicais livres. Hortaliças de cor alaranjada são fontes de betacaroteno, um excelente antioxidante;

- Frutas: Frutas cítricas são fontes de vitamina C, que atua como antioxidante. Frutas vermelhas, além da ação antioxidante, atuam também contra a inflamação;

- Castanhas: As castanhas de caju, castanha do Pará, amêndoas, nozes, são alimentos ricos em selênio, que atua como antioxidante, além de possuírem boas gorduras. O consumo, porém, deve ser moderado.

- Sementes/Integrais: A linhaça é rica em Ômega 3. Gergelim, rico em cálcio e fósforo, e gordura de boa qualidade. O gérmen de trigo tem ação protetora contra a poluição. Quinoa é excelente fonte de proteínas, gorduras boas, grande quantidade de vitaminas, fibras e minerais.

Aproveitem ao máximo os benefícios que os alimentos podem lhe oferecer, e para resultados individualizado procurem um nutricionista, profissional capacitado para propor melhor qualidade de vida e bem-estar.

“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio” - Hipócrates

Por Mariana Fernandes  –  mariana.fernandesoliveira@yahoo.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×