<

Publicidade

Premio

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Corpos em Profundidade

Jorgete Gac expõe em Niterói

Exposição fica no Espaço Cultural Correios até 1 de janeiro de 2020

Parabólica  –  30/11/2019 10:40

8987

 

(Fotos: Divulgação)

Figuras sem nitidez emergem de "Inquietudes", um mundo envolto em manchas criado por Jorgete que adquirem acentuação expressiva

 

> Programe-se: Confira o roteiro com algumas exposições que podem ser vistas na região

A arte de Jorgete Gac chega a Niterói. Sua mais recente exposição, “Inquietudes”, pode ser visitada no Espaço Cultural Correios até 1 de janeiro de 2020. A curadoria é de Lia do Rio. Segundo a curadora, Jorgete Gac busca aquilo que há nos corpos em profundidade.

- Procura atingir sua estrutura fundamental, um lugar paradoxal que se sente, mas que não se conhece nem vê. A pintura se faz no interior da teia, coerentemente, na alma da tela, o tecido trabalha para ela. Figuras sem nitidez emergem desse mundo envolto em manchas e adquirem acentuação expressiva. Agrupam-se em um espaço indefinido, não se sabe se estão indo ou vindo.

Jorgete, por sua vez, resume seu trabalho artístico com um toque de filosofia:

- É algo muito além do que eu não entendo. Afinal, quanto dura um minuto?   

Para Lia, é nesse universo que o público penetra envolvido por dois lados do mesmo corpo que se oferece a dois olhares distintos, invólucros da sua dimensão interna:

- O que se acha de um lado não se parece com o que se acha do outro, mas se conectam. Porém, o exterior significa, pois no dentro é onde somos.

Preocupada com os seres e seus destinos, Jorgete fala daquilo que perdura e é primordial.

- Jorgete fala do ser vivo que olha e sente medo, mas que fica encoberto à espera de ser decifrado. Sentimos sua presença no tempo e no espaço - diz Lia.

Um pouco sobre Jorgete Gac

2

Nascida em Três Rios, Rio de Janeiro, Jorgete Gac iniciou seu percurso artístico em 1987. Participou dos grupos de pesquisa Klee, Elas e aprofundou suas pesquisas em artes com Ronaldo Auad, Clécio Penedo, Iole de Freitas e Paulo Pasta. Atualmente faz parte do Ateliê da Lia, na cidade do Rio de Janeiro, e do grupo de discussão e pesquisa em arte, sob a coordenação de Joanice Vigorito.

> Inquietudes - A exposição fica no Espaço Cultural Correios até 1 de janeiro de 2020. Visitação: de segunda-feira a sábado, das 11 às 18h (exceto feriados). Avenida Visconde do Rio Branco, 481, Centro, Niterói. 

_______________________________________________________

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

1 Comentário

×

×

×

  • jorget gac

    Obrigada pela ótima reportagem . colocarei no meu instagran jorgetegacart