<

Publicidade

Premio

Campanha de Conscientização

Novembro Azul ressalta a importância da prevenção do câncer de próstata

Estado do Rio de Janeiro registrou 6.950 novos casos em 2018

Viver bem  –  31/10/2019 20:52

8912

 

(Foto: Divulgação)

Muitas pessoas não conhecem o exame PSA, que por meio de uma simples coleta sanguínea analisa os níveis de antígenos específicos da próstata - moléculas produzidas pela glândula - que colaboram com o diagnóstico de alterações como hiperplasia prostática benigna, prostatite, ou o câncer de próstata 

 

Dezessete de novembro é o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata. Com a chegada do penúltimo mês do ano iniciam as campanhas de conscientização para reduzir os números alarmantes sobre a incidência da doença no país. O mais recente levantamento realizado pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer) aponta que só no Estado do Rio de Janeiro foram diagnosticados 6.950 novos casos em 2018. É a segunda maior causa de morte por câncer no Brasil entre o público masculino, responsável por mais de 14 mil óbitos por ano. O objetivo da campanha Novembro Azul é informar a população sobre a saúde preventiva do homem. 

O urologista barramansense Fabiano José do Nascimento explica que, como qualquer tipo de câncer, quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais rápido será o tratamento, evitando o avanço do tumor. 

- A identificação de pacientes com risco de desenvolver a doença de forma mais agressiva, por meio de parâmetros clínicos ou laboratoriais, pode ajudar a individualizar a indicação e frequência do rastreamento. Entre diversos fatores, a idade, a raça e a história familiar apresentam-se como os mais importantes - explicou. 

Muitas pessoas não conhecem o exame PSA, que por meio de uma simples coleta sanguínea analisa os níveis de antígenos específicos da próstata - moléculas produzidas pela glândula - que colaboram com o diagnóstico de alterações como hiperplasia prostática benigna, prostatite, ou o câncer de próstata. A rede de Laboratórios Exame, localizada em Barra Mansa, realiza a média de 2,5 mil análises de PSA anualmente.  

- A orientação é que homens acima de 40 anos ou com casos da doença na família procurem anualmente um médico clínico ou um urologista, que vai solicitar a realização de exames de rotina, como o PSA. Caso seja detectada qualquer anormalidade nos níveis de antígenos específicos da próstata, o próprio especialista que solicitou a análise laboratorial irá orientar o paciente sobre o tratamento da patologia, seja ela um tumor benigno, uma inflamação ou até mesmo o câncer de próstata - explicou o médico hematologista João Carlos Henriques, diretor da rede de laboratórios Exame. 

O engenheiro metalúrgico aposentado Oswaldo Carlos Baptista Ferreira, morador do Centro de Barra Mansa, descobriu o câncer de próstata durante uma consulta de rotina com o seu cardiologista, em 2010. Aos 70 anos, ele ainda enfrenta o tratamento para combater a doença, anteriormente utilizando o recurso da radioterapia e, atualmente, com comprimidos e medicamentos intravenosos. 

- Tive a sorte de descobrir o tumor ainda no início, justamente por estar em dia com a saúde preventiva. Hoje em dia realizo o exame de PSA mensalmente para manter o controle da doença. A minha principal dica para a população masculina é que consultem o médico regularmente - enfatizou. 

O médico urologista Fabiano José do Nascimento ressalta a importância de adotar hábitos saudáveis para evitar o câncer de próstata. 

- Já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar - afirmou. 

________________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×