Publicidade

Toca Logo

Simulação

Cirurgia de catarata pode tornar a direção mais segura

Embora muitas vezes seja essencial para preservar a visão em pacientes idosos, uma nova pesquisa descobriu que a cirurgia de catarata pode render grandes dividendos em termos de melhorar a segurança de um paciente ao dirigir um veículo

Viver bem  –  06/01/2020 09:34

9085

 

(Foto Ilustrativa)

Pesquisa mostra que os “quase acidentes” e os acidentes diminuíram em 48% após a cirurgia

 

 

A capacidade da cirurgia de catarata para restaurar a visão é bem conhecida. Os pacientes que já fizeram o procedimento relatam ficar impressionados com a “vibração” das cores após a cirurgia e com a melhoria da visão noturna. Alguns podem até reduzir sua dependência de óculos. Mas será que é possível quantificar essa qualidade de visão aprimorada? 

Para descobrir, pesquisadores da Austrália usaram um simulador de direção para testar a visão dos pacientes antes e depois da cirurgia de catarata. Eles descobriram que os “quase acidentes” e os acidentes diminuíram em 48% após a cirurgia. Os pesquisadores apresentaram o estudo durante a Reunião Anual da Academia Americana de Oftalmologia, 2019.

- A catarata é uma consequência normal do envelhecimento. A doença se desenvolve gradualmente, ao longo dos anos, à medida que o cristalino se torna turvo. Às vezes, é difícil distinguir os efeitos de uma catarata em desenvolvimento de outras alterações na visão relacionadas à idade. Com o envelhecimento, você pode ficar mais míope; as cores parecem mais sombrias e o brilho das luzes dificulta a visualização à noite. Aos 80 anos, cerca de metade de nós terá desenvolvido catarata - explica o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares, IMO.

A cirurgia de catarata substitui o cristalino por uma lente artificial. A cirurgia é de baixo risco e eficaz. Mas nem todos fazem essa cirurgia imediatamente após o diagnóstico. A decisão geralmente se baseia em quanto a catarata está interferindo nas atividades da vida diária. Oftalmologistas normalmente operam um olho por vez, começando com a catarata mais densa. Se a cirurgia for bem-sucedida e a visão melhorar substancialmente, opera-se o segundo olho.

- No entanto, a maioria das pessoas obtém benefícios significativos com a cirurgia no segundo olho. A percepção de profundidade é aprimorada, a visão torna-se mais nítida, facilitando a leitura e a direção - afirma Virgílio Centurion.

Benefícios da cirurgia

Para entender melhor os verdadeiros benefícios da cirurgia de catarata para a qualidade de vida dos pacientes, Jonathon Ng e seus colegas da Universidade da Austrália Ocidental testaram o desempenho da condução de 44 pacientes antes da cirurgia de catarata. O simulador de direção avaliou uma variedade de variáveis: limites de velocidade ajustados, densidades de tráfego, cruzamentos não controlados e travessias de pedestres.

Os pacientes foram submetidos ao simulador de direção novamente após a primeira cirurgia de catarata e depois novamente, após a cirurgia do segundo olho. Após a cirurgia do primeiro olho, os “quase acidentes” e acidentes diminuíram em 35%; após a segunda cirurgia, o número caiu para 48%.

- A acuidade visual é um método importante para avaliar a aptidão de uma pessoa para dirigir, mas é uma avaliação incompleta. A qualidade da visão também é um indicador importante. Maior sensibilidade ao contraste e melhor visão noturna aumentam a segurança do motorista na estrada - defende Centurion.

Os resultados deste estudo australiano destacam a importância da cirurgia de catarata oportuna na manutenção da segurança e da mobilidade/independência dos motoristas idosos. 

________________________________________________________

Por Assessoria de Comunicação  –  contato@olhovivoca.com.br

Seja o primeiro a comentar

×

×

×