<

Publicidade

Premio

Santa Autoajuda

Rosangela Calza

rocalza@hotmail.com

Reflexão

Não espere pela perfeição

Faça o possível que estiver ao seu alcance e, talvez, ali na frente, você alcance o que só parecia ser impossível

Colunistas  –  08/07/2019 08:49

8561

 

(Foto Ilustrativa)

“Não tem que ser excelente para começar, mas tem que começar para ser excelente”

 

Ah! a perfeição! Sonho almejado... mas bem pouco alcançado. “Não espere, então, pela perfeição. Vá e faça”. Não se esconda atrás da perfeição... não use como desculpa o seguinte: “se eu fizer agora, não sairá perfeito”... não importa não sair perfeito... importa que você comece a fazer o que tem de ser feito. Já ouviu por aí a seguinte frase?: “não tem que ser excelente para começar, mas tem que começar para ser excelente”... pois é... você começa. Daí parece que falta uma peça... você vai atrás dessa peça. Daí parece que ficou meio torto... você vai lá e faz os ajustes necessários pra desentortar... e começar a endireitar. Daí ficou pela metade... você pega esse ponto de partida... e continua dele na direção da excelência. Sempre um pouquinho mais... até chegar na sua melhor versão. Mas... se não começar, nunca haverá nada em suas mãos. 

Trace objetivo alcançáveis, concretos, tangíveis. Não imagine o impossível - de cara. Faça o possível que estiver ao seu alcance e, talvez, ali na frente, você alcance o que só parecia ser impossível. 

Você gosta de queijo suíço? Aquele cheio de buracos... Já ouviu falar do método “queijo-suíço?” No que consiste: entre suas tarefas há espaços - os ditos buracos. Aproveite-os e vá fazendo o que tem de ser feito... nem que seja a conta-gotas... um passo de cada vez... e voilá... daqui a pouco pronto estará. 

Implementar tarefas por partes é um passo certo na hora de sermos mais ativos sem nos sobrecarregar, especialmente se for o caso de um projeto relativamente grande, seja em médio ou longo prazo. Começamos hoje com uma parte. Além de avançar, isso demonstra que podemos nos dirigir ao que queremos”, concorda?

_______________________________________________________

Por Rosangela Calza  –  rocalza@hotmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×