Publicidade

Premio

Filosofante

Giovani Miguez

giovanimiguez@gmail.com

Acalento Verbal

Sobre a poesia

Dois poemas sobre a poesia que se complementam

Colunistas  –  05/02/2020 09:53

9144

 

(Foto Ilustrativa)

Se há na poesia necessidade de construir, talvez seja elevando o poeta a um crítico da burguesia

 

A poesia que há 

a poesia há
na flor que abre,
no terremoto que destrói,
no colibri que voa,
na dor que constrói,
na avassaladora paixão ou
mesmo no amor de um irmão. 

a poesia que há,
está encravada no mundo,
é como um diamante raro
ou numa pedra preciosa:
em seu estado bruto não brilha,
precisa do garimpeiro que a encontra
do lapidador que a faz brilhar. 

na poesia que há,
o poeta ao garimpar e lapidar,
faz da poesia bruta
um poema a brilhar. 

Utilidade da poesia 

se há na poesia
alguma utilidade real,
talvez seja a de transformar
o deserto árido da existência humana
em um oásis de pura magia,
em um acalento verbal. 

se há na poesia
possibilidade de no mundo atuar,
talvez seja não sendo leviana
e entregar-se com cortesia
ao mundo que quer transformar. 

se há na poesia
necessidade de construir,
talvez seja elevando o poeta
a um crítico da burguesia. 

talvez seja a poesia,
um modo nobre de agir
nesse mundo por destruir. 

e se a poesia
no fundo só pode expressar? 

que não deixe de criticar! 

(para a Antologia Animal Poético)

_______________________________________________________

Por Giovani Miguez  –  giovanimiguez@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×