Publicidade

RH

Olho Pop

Cláudio Alcântara

claudioalcantaravr@hotmail.com

Teatro, Dança e Atividades Online

A arte que transforma vidas

Coletivo MuDarTe, de Volta Redonda, leva ao público conteúdo com mensagens inspiradoras

Teatro  –  27/11/2021 10:51

 
mudarte

(Foto: Divulgação)

_______________________________________________________

Clique aqui para conferir a programação do MuDarTe, com local, dia e horário, além das novidades da trupe 

_______________________________________________________

Com uma “trajetória desafiadora, porém satisfatória e cheia de felicidade”, o Coletivo MuDarTe (de Volta Redonda) mantém a proposta de 1 ano e 7 meses atrás, quando tudo começou. Entretenimento, informação e conhecimento se misturam a teatro, dança e atividades online. São 12 integrantes trabalhando incessantemente para levar ao público conteúdo com mensagens inspiradoras. Uma das novidades é a primeira websérie do MuDarTe que será lançada em 2022. 

- A websérie foi gravada em lugares de Barra Mansa, Volta Redonda e Valença. Mais de um ano se passou, desde o início do Coletivo e avançamos bastante na forma de trabalhar a nossa arte, utilizando as tecnologias a nosso favor - diz a coordenadora do MuDarTe, Mônica Melanie.

O que sente uma mulher...

O mais recente trabalho do Coletivo envolvendo os artistas com experiência teatral de no mínimo quatro anos é “Meu Lugar de Fala”, texto de Tati Nogueira, que também assina a direção junto com Pedro Bitencourt.

O texto foi escrito em maio deste ano, em forma de esquete, e depois foi transformado em peça teatral. Segundo Mônica, “Meu Lugar de Fala” mostra os desafios vividos pelas mulheres na sociedade e o preconceito que enfrentam no dia a dia, pelo simples fato de serem mulheres. 

- O espetáculo ocorre de uma maneira atemporal. Enquanto uma personagem já está consciente dos seus direitos, outra personagem vive um relacionamento extremamente abusivo, que vai aos poucos afetando a sua saúde mental. 

O espetáculo busca mostrar uma visão macro sobre o universo feminino. 

- Falamos sobre as diversas formas que as mulheres são silenciadas em nossa sociedade e o caminho que percorrem até conquistar um espaço onde poderão ser ouvidas. Temos também duas personagens principais de diferentes gerações, mas enfrentando quase os mesmos problemas. A dor de uma mãe renasce no peito de sua filha como uma luta por justiça e pelo seu lugar de fala - resume Mônica.  

No elenco de “Meu Lugar de Fala”, que segue em cartaz no ano que vem, estão Caio Moraes, Jess Araújo, Luiz Fernandes, Mônica Melanie, Pedro Bitencourt e Raphaela Natalino. 

________________________________________________________

Por Cláudio Alcântara  –  claudioalcantaravr@hotmail.com

Seja o primeiro a comentar

×

×

×