Publicidade

RH

Entretantos

Rita Procópio

ritafprocopio@hotmail.com

Agradecimento

Agradecer é preciso

Obrigado a cada artista que cedeu seu tempo para me dar uma entrevista com o mesmo respeito e carinho pelo meu trabalho que eu tenho pelo deles

Colunistas  –  10/08/2021 20:51

Rita P 
 
(Fotos: Divulgação) 

_______________________________________________________

“Carregarei a todos para sempre no coração. Serei sempre e sempre e sempre... Grata!” 

_______________________________________________________

A vida às vezes nos empurra adiante nos nossos propósitos, outras vezes ela nos faz pegar outro caminho. E foi exatamente isso o que aconteceu. Talvez, daqui pra frente, eu siga uma outra linha. Pensei em falar sobre minhas próprias experiências fora do país, e seria muito bom se vocês usassem os comentários para me dizerem o que acham. Com as entrevistas, sinto que é hora de parar, de mudar. Vim aqui para agradecer a todas as pessoas que cederam seu tempo para me darem uma entrevista com o mesmo respeito e carinho pelo meu trabalho que eu tenho pelo delas. É por isso que estou aqui para agradecer a cada uma dessas pessoas. Agradecer porque elas me deram a chance de mostrar, não só o trabalho delas, mas o meu também. Todas essas pessoas têm, além do talento que por si só não basta, uma característica em comum: a humildade, que é um fator primordial para manter a plateia do artista. Sem plateia, o artista não é nada. 

Ao longo do tempo em que criei a coluna “Entretantos", foram 9 artigos. Comecei por eles. Depois mudei a linha para entrevistas com artistas brasileiros dentro e fora do país. Foram 12 entrevistas que poderiam ter sido mais numerosas, não fossem os “percalços” pelo caminho que me renderam muitas entrevistas “engavetadas” e com elas a perda de um tempo que para mim é precioso, dado outros afazeres que tenho para me sustentar aqui. Mas está ótimo. Consegui captar a essência dos trabalhos maravilhosos dos profissionais que cito a seguir, bem como passar adiante todo o talento que eles emprestaram nas suas entrevistas. 

Gratidão

Bárbara 

. Barbara Procópio nos trouxe o mundo fantástico e fascinante do desenho animado, dando dicas valiosíssimas para quem sonha em entrar nesse ramo de atividade;

 

Ana e Milton 

. Ana Flora e Milton Martins trouxeram a realidade da música brasileira na Itália, servindo de ferramentas norteadoras para quem gostaria de trabalhar com música brasileira fora do Brasil; 

Fantasma 

. Fantasma, uma banda de folk formada de músicos do mundo do desenho animado, de várias nacionalidades, além de brasileiros e que eu tive o prazer de ouvir num bar na Irlanda, deixa a mensagem da arte sempre inovadora, como aliada na luta contra essa onda de conservadorismo que vem invadindo o mundo, principalmente nosso país; 

Suelen 

. Suellen Serrat, uma atriz de Volta Redonda, conta suas experiências pelo mundo como integrante do grupo The Open Program of the Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards, radicado em Pontedera, na Itália. Suellen deixa nessa entrevista, para a população de atores, dicas de como ingressar nesse grupo e a mensagem de que o mundo é cheio de possibilidades e que é possível materializa-las. É possível dar o sentido que queremos à vida, mesmo que ela aparentemente seja sem sentido; 

Abner 

. Abner Cestari mostra o mundo da música com seu instrumento não muito convencional e da fotografia, em cruzeiros marítimos, e traduz em suas composições, a realidade do momento em sentimentos e imagens dando, ao mesmo tempo, dicas pra quem deseja realizar o sonho de trabalhar com música ou fotografia a bordo de navios; 

Chico Vibe 

. Chico Vibe deu cor e risos à coluna com sua entrevista sobre seu trabalho como humorista. Esse nosso “fazedor" de risadas é de Porto Real (-RJ), e fala, entre outras coisas, sobre as diferenças entre o humorista de stand-up e o comediante, deixando uma entrevista leve e esclarecedora pra quem deseja seguir na mesma linha; 

Rita Maidana 

. Rita Maidana fala de sua trajetória como poeta e carnavalesca e nos conta como a sua poesia “Catadora de lindezas”, uma das poesias mais marcantes e lidas nos últimos tempos, ganhou esse lugar de destaque no país. Essa “escrevinhadeira" escreve o que nossas almas anseiam por ouvir ou dizer; 

Jeane 

. Jeane Bordignon também nos leva ao encantado mundo das poesias. Ela nos fala de sua trajetória, seu livro, mostra um universo imenso de saraus e artes no Rio de Janeiro, de braços abertos para receber cada vez mais poetas. Ela é a certeza de que, quem quer, dá seu jeito de fazer; 

Aymara 

. Aymara Limma, atriz, embrenhada pelos lados “hollywoodianos”, nos representa em vários filmes pelas bandas de lá, além de produzir seus próprios curtas. Hoje, radicada em Veneza, na Itália, ela produz, entre outras coisas, um programa de entrevistas com atores para uma TV web. Onde tem arte em Veneza tem Aymara Limma. Através dela podemos constatar que, mesmo em tempos pandêmicos e fora do país de origem, é possível manter-se na ativa; 

Fernanda 

. Fernanda Líder, fotógrafa, apresenta sua nova paixão que está encantando a todos: a fitotipia. Técnica que dá vida a imagens em folha de plantas. Fernanda mostra que em tempos de dificuldades, inovar é a solução e dá dicas de como começar essa inovação;

Bruno Maia 

. Bruno Maia foi meu último entrevistado. Ator, produtor, artista plástico, já fundou e coordenou um coral (o Vale dos Vergéis - vide artigo que escrevi sobre ele),do qual eu fui uma das integrantes. Bruno é um artista possuidor de vários talentos e nessa entrevista ele nos fala da leveza de movimentos colocada nas suas estatuetas que retratam diversos personagens cotidianos. Esse viajante das artes nos conta todo seu processo de produção e sobre os benefícios de produzir a sua arte. Vale muito a pena conhecer suas peças magníficas. 

Bom, a vocês, muita gratidão. Muita mesmo. Carregarei a todos para sempre no coração. Alguns eu não conheço pessoalmente, mas a impressão que tenho é a de que os conheço de uma vida. Muito obrigada por terem exposto na minha coluna suas almas através de seus trabalhos. Foi maravilhoso. Esse é um material que não quero perder jamais. Serei sempre e sempre e sempre... Grata! 

________________________________________________________

Por Rita Procópio  –  ritafprocopio@hotmail.com

4 Comentários

×

×

×

  • Rita Procópio

    Obrigada, Rita Maidana! Muito sucesso pra você também. Um dia ainda nos encontraremos pessoalmente. Quem sabe na sua escola de samba? Cria uma ala para as poetas e eu estarei nela. Enquanto não o chega esse dia, sigo me alimentando com seus escritos maravilhosos que lavam a alma da gente. Um beijo grande.

  • Rita Procópio

    Obrigada, Marcia! Com certeza num momento mais oportuno, nao faltará oportunidade de ser uma das entrevistadas. No momento, quem está com uns "percalços "para serem resolvidos sou eu, mas eu te desejo muita luz na caminhada e sucesso. Obrigada

  • Mais comentários